Filmes de 2018

Posted on

Em 2018, a segunda edição da Mostra contou com 520 filmes inscritos, dos quais 106 foram selecionados e exibidos nas cidades do Rio de Janeiro, Niterói e Salvador. Realizamos as exibições em diversos espaços culturais.

Estes são alguns dos filmes que foram exibidos na 2° Edição da Mostra. Colocamos apenas os filmes que possuem link público disponibilizados na internet.

Uma semana
Documentário, 12 min, CE, 2017. Livre.

Sinopse: Após o assassinato do jovem Weverton surge um movimento autônomo que pediu justiça.

Ficha Técnica:

Direção, Produção e Roteiro: Thais Queiroz e Fellipe Farias
Câmera e Fotografia: Fellipe Farias
Montagem: Fellipe Farias
Assistente de Montagem: Thais Queiroz
Som Direto: Thais Queiroz
Elenco: Dona Dinha, Dona Célia, Natan, Negão (Rogério), Daniel, Maylson e Lucas


À Procura de Marçal
Documentário, 25 min, MS, 2016. Livre.

Sinopse: A vida e a luta de Marçal de Souza são o enredo deste documentário, contado em fotografias, documentos e matérias de jornais. Tupã-i (Deus Pequeno) foi um Guarani assassinado em 1983 por nunca se calar contra injustiças aos povos indígenas. Desde o batismo, estava predestinado a ser um líder, seja como missionário ou no movimento indígena brasileiro. Sua luta ganhou o mundo e mesmo após a morte, continua viva.

Ficha Técnica:

Direção, roteiro e imagens: Caroline Cardoso e Natália Moraes
Captação de Áudio: Natália Moraes
Pesquisa e Produção: Caroline Cardoso e Natália Moraes
Montagem: Caroline Cardoso
Ilustração e Diagramação: Lucas Mateus
Finalização: Helton Pérez | Vaca Azul


Benito Tilmann, O Pior Cineasta do Mundo
Documentário, 23 min, SP, 2018. 16 anos.

Sinopse: Enquanto todos buscam o sucesso, Benito Tilmann, só quer realizar seu próximo fracasso.

Ficha Técnica:

Roteiro: Vinicius Giacomini e Dino Menezes
Direção: Dino Menezes
Produtor ou empresa produtora: Dino Filmes
Produtor executivo: Dino Menezes
Direção de fotografia: Dino Menezes
Montagem: Vinicius Giacomini
Trilha: Carnal Desire e Rajha Beat Box
Som direto: Larissa Correa
Edição de som: Vinicius Giacomini
Direção de arte: Larissa Melo
Elenco: Benito Tilmann, Renato Almeida, Rosana de Jesus e Carol Stanke
Entrevistados:
Benito Tilman – Cineasta
Tom Zero13 – Tatuador
Leandro Garcia – Barista ( Café Tarantino )
Carol Satnke – Atriz
Marcelo Pestana – Crítico de Cinema (de Óculos)
Carlos Cirne – Crítico de Cinema (CARECA)
Felipe Goulart – Crítico de Cinema (Camiseta Indiana Jones)
Olavo Dada O’garon – Cineasta ( Boina )
Ricardo Vasconcelos – Curador Curta Santos
Rosane Paulo – Atriz
Nuno leal Maia – Ator
Raquel Pellegrini – Produtora Audiovisual


Araguaia, Presente!
Documentário, 84 min, RJ, 2018. 16 anos.

Sinopse: A partir de depoimentos de ex-guerrilheiros e militantes políticos, o filme busca resgatar o processo histórico político dos anos 60 que culminou em nosso país no golpe civil militar (março/abril de 1964).

Ficha Técnica:

Roteiro e argumento: André Queiroz
Montagem: Arthur Moura
Concepção de Montagem: André Queiroz & Arthur Moura
Coordenação de Pesquisa: André Queiroz
Pesquisa: André Queiroz, Arthur Moura, Grazyelle Fonseca, João Paulo Medeiros da Costa
Produção Executiva: André Queiroz, Arthur Moura, Grazyelle Fonseca
Arte gráfica: Filipe Carvalho
Direção de Fotografia: Felipe Xavier
Som direto: Diogo Campos
Trilha original: Floriano Santos e Arthur Moura
Elenco: Tiago Fortes, Júlia Sarmento, Amanda Calábria, Ariel Philippe, Breno Morrone, Carlos Oliveira, João Fraga, Augusto Fontes Jr., Mariana Queiroz, Diogo Fujimura, Mathias Wunter, Pedro Sarmento, Armando Carvalhal, Eduardo Coutinho.


Torcida Fiel, Estado Traidor
Documentário, 10 minutos, BA, 2018, Livre.

Sinopse: Torcida Fiel, Estado Traidor, um documentário dirigido pelo poeta e cineasta Giovane Sobrevivente, que retrata a total ausência de politicas públicas governamentais, destinadas a população que vive nas periferia da Cidade de Salvador/Bahia.

Ficha Técnica:

Direção e edição: Giovane Sobrevivente
Filmagem: Euclides Lucas, Edmar e Giovane Sobrevivente
Roteiro: Giovane Sobrevivente
Capitação de áudio: Brenda Nayla e Euclides Lucas
Trilha sonora: Fúria Consciente / Música: Orixá mandou e Da ponte pra cá
Masterização de áudio: Marcão dois H


O Churrasco 
Experimental, 5 min, RJ, 2017. 10 anos.

Sinopse: Um churrasco de aparências em que o vazio predomina em todas as instâncias.

Ficha Técnica:

Roteiro e Direção: Gabriel Figueira
Assistência de Direção: Davi
Produção: Yasmin El-Hage
Assistência de Produção: Dominique Castro, Taísa Duarte e Jéssica Figueiredo
Direção de Arte: Yasmin El-Hage
Assistência de Arte: Jéssica Figueiredo e Yann Brazo
Figurino e Maquiagem: Yasmin El-Hage
Fotografia: Alex Assis e Diogo Tupinambá
Câmera: Alex Assis
Som Direto: Vitor Granja
Assistência de Set: Isadora Figueira e Isabela Pery
Still: Luan Lopez
Edição, Colorização, Pós-Produção e Mixagem de Som: Alex Assis
Foleys: Alex Assis e Gabriel Figueira
Produção Executiva: Gabriel Figueira
Música:
Nocturne Op. 9 no. 2 Chopin
Pianista: Rodrigo Couras
Afinação Técnica: Marcelo Tienes
Produção Musical: DJ Túlio Araújo
Elenco: Anallú Pontes, Angela Reis, Anthony Kudsi, Áurea Brasil, Humberto Seixas, Leila Breda, Leonardo Maciel, Martha Natal, Paulo Neves, Roberta Martins, Roni Cruz, Silvio Rocha, Ulisses Granater, Victor Torres


Notícias de uma Tragédia Racial Subnotificada
Documentário, 14 min, BA, 2017. 18 anos.

Sinopse: Memórias abafadas por coreografias ritmadas ao som de repiques que se confundem com o rá-tá-tá de macaquinhas. Memórias fotográficas traumáticas da mistura de massa encefálica com pólvora. Memórias operantes e insurretas tomando os becos, vielas e muros da cidade-túmulo (mais conhecida como Salvador). Na terra onde o acaso é cria do cinismo, a situação é colonial, o que está no quadro e fora dele também é: “Notícias de uma Tragédia Racial Subnotificada” é o primeiro de uma série de filmes-panfletos sobre o caso que ficou conhecido como Chacina do Cabula.

Ficha Técnica: Reaja Organização Política.


Roberto no País dos Justos
Documentário, 10 min, SP, 2012. Livre.

Sinopse: Gravado como intervenção, o curta conta a história de um andarilho que paga para espalhar suas verdades.

Ficha Técnica

Direção – Flávio Carnielli
Roteiro – Flávio Carnielli e Fabio Thithola
Produção e legendas – Luiz Nery
Edição – Flávio Carnielli e Fabio Thithola


Lute como uma menina!
Documentário, 71 min, SP, 2016. 14 anos.

Sinopse: A incrível história das meninas adolescentes que ocuparam escolas e protestaram nas ruas contra o projeto de reorganização escolar imposto pelo governador de São Paulo. Elas enfrentaram figuras de autoridade e a brutalidade policial para lutar por uma educação pública de qualidade e impedir que suas escolas fechassem.

Ficha técnica

Direção: Flávio Colombini e Beatriz Alonso
Produção: Flávio Colombini e Beatriz Alonso
Montagem: Beatriz Alonso
Edição: Beatriz Alonso e Flávio Colombini
Imagens Adicionais: Caio Castor
Música: Iuri Rodrigues


Bala Perdida
Videoclipe, 4 min, PE, 2017. Livre.

Sinopse: Uma dispara sem querer. Outra é pega sem saber. Existir é um tiroteio, e os olhos são as armas. Mulheres, urbanas, negras, lgbt’s e periféricas são alvos móveis todo dia. Mas quando só os olhos atingem sobra vida pra contar a história. E onde há vida há desencontro, porque, além de tudo, elas são comuns. Só que resistem.

Ficha técnica

Direção – Sylara Silverio
Elenco – Maya Ferreira e Ayla Oliveira
Direção de fotografia, montagem e finalização – Sylara Silverio
Roteiro, assistência de direção e montagem – Carlos Augusto Domingos
Produção, still e making of – Keila Vieira
Assistente de câmera – Adelcídio Soares


Prostituta guerreira
Documentário, 44 min, PB, 2016.

Sinopse: Entrevista com prostitutas emponderadas.

Ficha Técnica:

Um filme de Marcio Ramos


Os Anos 3000 Eram Feitos de Lixo (ou Quando a Dignidade da Raça Humana se Afogou no Chorume Estático da Arte da Hipocrisia)
Experimental, 14 min, RJ, 2016. 12 anos.

Sinopse: OS ANOS 3000 ERAM FEITOS DE LIXO (quando a dignidade da raça humana se afogou no chorume estático da arte da hipocrisia). Montanhas de lixo pelas ruas. Pessoas cobertas de lixo e se hidratando com chorume. Lixos com um brilho neon. Lixo com holograma e som estéreo. O lixo é um outdoor de alta concorrência. O lixo é a nova moeda e seu lastro é maior que o d’ouro.

Ficha Técnica: Um filme de Cleyton Xavier, Clara Chroma, Ana All.Montado e Escrito por Cleyton Xavier, Clara Chroma


Sobre Viver – Precisamos Falar de Suicídio
Documentário, 20 min, SP, 2017. Livre.

Sinopse: O documentário SOBRE VIVER – PRECISAMOS FALAR DE SUICÍDIO propõe a desmistificação do tabu em torno do ato suicida, reunindo o ponto de vista de profissionais da área da saúde, de representantes de organizações e instituições que desenvolvem trabalhos relacionados ao tema, além de pessoas impactadas diretamente pela questão.

Ficha Técnica

Direção, Roteiro e Montagem: Carlos Yamamoto
Assistente de Direção: Cecília Romagnolli Groppo
Produção Executiva: Jéssica Sales
Produção: Johnny Teodoro e Vanessa Barcelos
Direção de Fotografia: Carlos Yamamoto
Assistente de Câmera: Saturnino da Silva
Operação de Som Direto: Aline S. Santos.


Sustento
Documentário, 1 min, PE, 2016. Livre.

Sinopse: Sustento é um rio de água rasa. Nele, se pesca da rua a casa, do que se é ao que se vê. É a correnteza que se vence a força, é a sutileza que se renova a cada maré.

Ficha Técnica:

Direção: Sylara Silvério
Roteiro: Catarina Santos e Sylara Silvério
Imagens e Montagem: Sylara Silvério
Produção e Still: Keila Vieira
Arte Gráfica: Silmara Rocha
Trilha sonora original: Larissa Paraguassú


A Força das Marias
Documentário, 6 min, RJ, 2017. Livre.

Sinopse: O direito à moradia é uma luta de todos. Na ocupação Vito Giannoti, 28 famílias simbolizam um coletivo de consciência política e comunicação popular. Lá, três Marias representam a força da mulher e suas trajetórias em busca do sentimento de pertencimento, do melhor para suas famílias e um lar para ocupar, sempre com resistência e partilha.

Ficha Técnica:

Roteiro: Luciana Rocha e Mila Bertassoni
Pesquisa: Luciana Rocha e Mila Bertassoni
Direção: Direção Coletiva
Direção de fotografia: Maximilian Paixão
Câmera: Maximilian Paixão
Câmera 2: Josy Manhães
Fotografia Still: Bruno Martins
Edição: Rafael Moreira
Edição de Som: Caio Vasconcelos
Som direto: Caio Vasconcelos
Produção: Josy Manhães
Assistente de produção: Bia Thimoteo
Produtor Local: Henrique Zizo
Articulador local: Hugo Virgílio


Desculpe, me afoguei
Animação, 6 min, Líbano, 2017. Livre.

Sinopse: O curta de animação “Desculpe, me afoguei”, criado pelo Estúdio Kawakeb, de Beirute, e por Médicos Sem Fronteiras (MSF), é inspirado em uma carta supostamente encontrada no corpo de alguém que se afogou no Mediterrâneo devido às políticas cínicas que prevalecem em nossos dias. Embora não saibamos a verdade sobre a autoria da carta, sabemos que o que ela descreve ‘é real. Essa realidade não pode continuar. Desde 2015, mais de 69 mil pessoas foram resgatadas por MSF no Mediterrâneo.

Ficha Técnica:

Direção: Hussein Nakhal e David Hachby


A alma do cinema não tem cor
Documentário, 18 min, PA, 2017. Livre.

Sinopse: A missão da vez é potencializar as vozes de pretos e pretas que clamam por um cinema diverso, igualitário e que dê a devida representação ao povo preto. O silêncio foi quebrado. A luta tá só começando. Relatos pessoais sobre consequências de anos de ausência da representatividade negra no cinema.

Ficha Técnica:

Direção: Lucas Moraga
Roteiro: Lucas Moraga/ Pricilla Costa
Produção: Joyce Cursino/ Pricilla Costa
Direção de Fotografia: João Victor Borges
Entrevistados: Rafael Wallace; Marcelo Nunes; Edilene Rosa; Amanda Campelo; Jeff Moraes; Pedro Galvão.


Dedo na Ferida
Documentário, 97 min, RJ, 2017. Livre.

Sinopse: “Dedo na Ferida” trata do fim do estado de bem-estar social e da interrupção dos sonhos de uma vida melhor para todos em um cenário onde a lógica homicida do capital financeiro inviabiliza qualquer alternativa de justiça social. Milhões de pessoas peregrinam em busca de melhores condições de vida enquanto a perversão do capital só aspira a concentração da riqueza em poucas mãos. Neste cenário de tensões sociais, artistas e intelectuais lutam para transformar o mundo levantando temas como os fim dos direitos sociais, o desemprego, o mercado e o consumo. A arte se converte em ferramenta de mudança social provocando discussões que não interessam aos 1% mais ricos. Entrevistamos o cineasta Costa-Gavras; Yanis Varoufakis, ex-ministro das Finanças da Grécia; Celso Amorim, ex-ministro das Relações Exteriores do Brasil; os intelectuais Maria José Fariñas Dulce (Universidade Carlos III, Espanha) Boaventura de Souza Santos (Universidade de Coimbra), entre outros.

Ficha Técnica:

Direção: Silvio Tendler
Produção Executiva: Ana Rosa Tendler Produção: Maycon Almeida
Assistente de Produção: Dayane Hamada Diretora Assistente: Lilia Souza Diniz
Roteiro: Silvio Tendler
Fotografia: Lúcio Kodato, Maycon Almeida, Tao Burity
Edição: Francisco Slade
Coordenação de Pós-Produção: Tao Burity
Assistente de Pós-Produção: Taynara Mello
Edição de Som e Mixagem: Alexandre Jardim
Videografismo: Renato Vilarouca e Rico Vilarouca


Beijos de Arame Farpado
Ficção, 15 min, SC, 2009. 18 anos.

Sinopse: Veludo, um assaltante de segunda linha, reencontra o amor de sua vida, Cacos de Vidro, uma muambeira estonteante, que retorna de uma temporada de insucessos no Paraguai. Juntos iniciam uma série de crimes e logo se transformam em queridinhos da imprensa marrom. Dois policiais decadentes partem em seu encalço. O filme é a segunda parte da Trilogia da Paixão Marginal, um conjunto de três curtas-metragens que procura revisitar a cinematografia brasileira dos anos 70, iniciado com Veludo & Cacos-de-Vidro. Escrito e dirigido por Marco Martins.

Fiche Técnica:

Direção, roteiro e montagem – Marco Martins
Produção Executiva – Loli Menezes e Glaucia Grigolo
Direção de arte e figurino – Loli Menezes
Direção de Produção – Sebstião Braga
Som – Leo Gomes


Ansioso
Documentário, 14 min, SP, 2018. Livre.

Sinopse: Ansioso? Você?
Um documentário sobre a nossa condição de ansiedade. Sobre esse transtorno que a cada dia atinge mais e mais pessoas.
Relatos de pessoas ansiosas, de como é sua vida e seu cotidiano.
Uma aproximação com a pessoa em si. Aqui entendemos quem é o ansioso e o que ele sente.

Ficha Técnica:

André Luiz Souza (Som, Efeitos sonoros e Música).
Gabriela Carolina Magalhães (Iluminação, Operador de áudio, Assistente de Direção, Produção.
Guilherme Sanitá (Entrevistador, Direção geral, Edição, Operador de Câmera, Direção de fotografia, Iluminação, Colorista, Operador de áudio, Produção, Roteiro).
Jose Paulo Sanitá (Iluminação, Assistente de direção).
Mariana de Souza Bonifácio (Pesquisa).
Paulo Otávio Baran Corato (Pesquisa, Roteiro).
Entrevistados: Eder Grande Furlan, Lilian Cristina Tavares, Marcos Eduardo de Araújo, Natássia Poloni.


Excelentíssimo Vampiro
Animação, 1 min, RS, 2018. Livre.

Sinopse: Com um golpe um Vampiro chega a presidência da república, iniciando assim uma série de desmontes no país.

Ficha Técnica:

Direção: Davi Frizzo
Direção de fotografia: Augusto D’arte
Edição: Elís Bittencourt
Auxiliar de produção: Alexandre Ferreira
Narração: Gustavo Mendes
Canção original: Apesar de você – Chico Buarque
Música interpretada por: Angel Faria
Roteiro: Davi Frizzo
Direção de Arte: Augusto D’arte
Atuação: Elís Bittencourt
Artes: Alexandre Ferreira
Agradecimento: Professor Daniel Ignacio
Vídeo desenvolvido na disciplina de Animação, no curso de Produção Audiovisual – Cinema do Centro Universitário FSG.


Ultima Puella
Horror, 8 min, PE, 2017. 14 anos.

Sinopse: No final dos anos 70, início dos anos 80, Cláudio Zuccolotto criava a personagem INDIANARA, protagonista de três números de uma HQ com o mesmo nome e lançada com tiragem limitadíssima. Os poucos exemplares que restaram das HQs tornaram-se itens de colecionador e objeto de desejo de muitos fãs. Zuccolotto faleceu em 1983 sem ter seu único trabalho devidamente reconhecido.
Essa é a nossa homenagem…

Ficha Técnica:

Direção, roteiro, montagem e trilha sonora: Jota Bosco
Elenco: Lígia Marina, Osvaldo Neto, Jarmeson de Lima, Jota Bosco, Júlio César Carvalho e participação especial de Geraldpo de Fraga e Felipe Macêdo
Direção de Produção: Felipe Macêdo e Jota Bosco
Direção de Fotografia: Rafael Marinho
Direção de Arte e Efeitos Especiais: Roberta Cardoso
Figurino: Felipe Macêdo
Direção de Som: Jota Bosco
Produção de Elenco: Jota Bosco
Produção de Locação: Jota Bosco Roberta Cardoso e Geraldo de Fraga
Platô: Roberta Cardoso, Rafael Marinho, Mayara Santana e Jota Bosco
Arte: Jota Bosco
Making Of: Mayara Santana
Narração: Queops Negronski
Títulos iniciais: André Pinto
Correção de cor: Ricardo Bicudo
Storyboard: Jota Bosco


Translúcidos
Mockumentary, 14 min, SP, 2015. Livre.

Sinopse: “Translúcidos” narra a vida de pacientes presos em uma clínica de tratamento de disforia de gênero. Ali transgêneros vivem a base de medicamentos e técnicas de aversão, fazendo um claro comentário sobre a presença de transgeneridade na Classificação Internacional de Doenças (CID).

Ficha Técnica:

Elenco: Sabrina Huss, Wallace Ruy, Chris Fernandes, Giovanny Sellin Correia da Silva, Yala Hagen, Débora Araújo, Ubiracir Hagermann, Mariana Câmara, Vito Rotondo, Gabriel Soares, Ariana Lackshmi, Thiagx Nobrega.

Ananda Santos (Cenografista), Asaph Luccas (Direção, Roteiro, Ass. de Figurino), Bianca Gama (Cabelo e Maquiagem), Binho Oliveira (Direção de Arte), Caroline Santos Souza (Direção de Produção), Guilherme Candido (Direção, Roteiro e Direção de Montagem), Ingrid Lima (Cabelo e Maquiagem), Lara Costa (Cenografista), Luanda Marques (Cenograifa, Ass. Produção), Luiz Martires (Cabelo e Maquiagem), Tatiane Ursulino (Iluminação), Thamires Almeida (Cenografista), Vinicius Marques (Direção de Som), Vitória Neves (Casting, Computação Gráfica).


Um dia com os Blacks que ainda existem
Documentário, 22 min, RJ, 2018. Livre.

Sinopse: Um dia de bailes com figuras lendárias do Soul carioca em um baile de Volta Redonda. Pessoas que se transformam em personagens que demonstram através da dança todo seu potencial criativo e explosivo.

Ficha Técnica: Um filme de Marcio Grafiti, Coletivo Anti Cinema

Disponível em: https://youtu.be/B3gfblvVsash


Conversa Sobre o Cinema Independente
Documentário, 48 min, RJ, 2017. Livre.

Sinopse: O doc conta com a participação de Marcelo Ikeda, Dellani Lima, Cavi Borges, Cristiano Burlan, Taciano Valério, Marcelo Galvão e Guilherme Whitaker. Abordando o tema Cinema Independente no Brasil, desde sua concepção até seu modo de fazer no país, passando por sua comparação com os de outros países.

Ficha Técnica: Realizador: Alex Rodrigues

Disponível em: https://vimeo.com/224269452


One Reply to “Filmes de 2018”

Comments are closed.